Blog Inundaweb

Evoluir no e-commerce é um desafio com a cara do dia a dia

E-commerce precisa de cuidados para crescer no Brasil. A logística pode ajudar, diz André Alvez, da Saraiva.

Achamos interessante a entrevista de André Alves, diretor de internet da Saraiva, a respeito do e-commerce e das possibilidades de crescimento da área acompanhando o setor de logística no Brasil, que anda, de certa forma, atravancando o progresso.
Concordamos que é muito difícil atrair o cliente até o ambiente virtual de compra, manter um site atrativo e que desperte confiança para fazê-lo lotar o carrinho de compras e finalizar o processo, ou seja, efetuar o pagamento. Para piorar, as táticas de marketing digital têm grande foco voltado para as cores do site e pesados investimentos em links patrocinados e pouco se preocupam com a funcionalidade efetiva do ambiente virtual. No nosso entendimento, não adianta nada o cliente achar a loja do Google, Bing e por aí vai, para no final das contas ficar frustrado por tentar comprar e não conseguir. Os problemas são praticamente os mesmos:

  • Clique em produto com link quebrado.
  • Fotos com péssima qualidade e mal tratadas.
  • Carrinho de compras com falha.
  • Dificuldade para fazer login.
  • Sistema de pagamento que não gera boletos ou sequer aceita cartões de crédito.
  • E, pior ainda, pouca informação ou descrição sobre o produto que se quer comprar.

Na entrevista, André fala do crescimento do e-commerce e do quanto são importantes as experiências de pré e pós-venda, mas, se a ideia é montar o seu, você não pode cometer os erros da lista destacada. Além de todo o gerenciamento de uma empresa (algo que assombra) é preciso investir em marketing de maneira segura, procurando empresas sérias donas de um amplo conhecimento sobre o assunto. Mas não há motivo para desânimo. Hoje, as boas agências de internet sabem do que estamos falando e começam a se preparar para atender a essa demanda que segue ladeira acima.
Ao pensar em e-commerce, aquele antigo sonho de atingir o sucesso como dono do próprio negócio é algo bem próximo. Mas engana-se quem pensa que é tudo tão simples. Muito trabalho é exigido e esse esforço precisa de um norte. É papel do Marketing ampliar o seu direcionamento e parar de apostar apenas em vitrines. O conteúdo da loja e todo o seu sistema operacional são imprescindíveis para o comércio eletrônico dar certo, e devem funcionar em conjunto com os demais departamentos, incluindo as estratégias de SEO, links patrocinados e busca orgânica. Essa sincronia atrai o consumidor e o fideliza. O objetivo é esse e, trocando em miúdos, uma boa loja virtual só dá certo com um suporte de qualidade.
Bem, não queremos induzir ninguém a qualquer tipo de conclusão compartilhada, apenas aconselhamos a leitura da entrevista e uma boa reflexão a respeito. Até a próxima!
Clique no link e leia o que falou André Alves, da Livraria Saraiva.
Visite a Loja Demo da Inundaweb.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn