Como o Covid-19 influenciou empresas a investirem no E-commerce

//Sem categoria | por | 20 de agosto de 2020

A pandemia causada pelo covid-19 é uma realidade instaurada no Brasil e no mundo. Se de um lado ela revela precariedade de saúde pública, de outro estabelece uma crise econômica relacionada ao isolamento social, considerada a principal medida para conter a onda de contágio da doença.  Mostrando a importância do e-commerce.

 

Com a redução da liberdade de circulação em detrimento do bem-estar social, empresas nos mais diversos segmentos precisaram fechar as portas e repensar seu modelo de negócio. O objetivo é claro: manter empregos, estabilidade financeira e não se tornar mais um número na estatística de empresas falidas no Brasil.  

 

Leia também:5 razões para usar marketing de conteúdo para startup 

 

Dessa forma, andando na contramão da economia, o e-commerce apresenta um cenário de crescimento. De acordo com o Google Trends, ferramenta que disponibiliza dados de busca do Google é possível identificar aumento expressivo nas buscas por “compras online” a partir de abril de 2020, período em que a quarentena não obrigatória se estabeleceu no país. 

 

Nesse sentido o e-commerces e marketplaces apresentam-se como uma saída que se alinha com a mais recente mudança de comportamento do consumidor. Portanto se o e-commerce já representava uma tendência relacionada ao avanço tecnológico, agora ela é uma realidade causada por fatores sociais e econômicos.  

 

Mas como estar preparado para essa mudança? Se você possui esse questionamento, confira algumas dicas que separamos no blog: 

 

E-commerce: Como se preparar para a adaptação do negócio? 

Embora o e-commerce representa uma tendência que muitos empresários têm aderido por conta da pandemia, existe um gap entre a necessidade do usuário e capacidade de atendimento das empresas. Nesse sentido, é preciso certo nível de investimento de tempo e dinheiro para essas organizações apresentarem uma experiência positiva de compra aos seus usuários. 

 

  • Desenvolva um site para o seu e-commerce

Pode parecer algo básico, no entanto a estrutura de um e-commerce apresenta necessidades diferentes de um site institucional, por exemplo. Dessa forma, o ideal é entrar em contato com agências de comunicação e desenvolvimento de sites para que a toda a estrutura seja planejada e apresente lucratividade. 

 

Saiba mais: Saiba como aumentar as vendas do E-commerce com UX  

 

  • Apresenta sensibilidade na comunicação 

Estamos passando por uma situação de pandemia, algo novo para todos e que ninguém imaginava acontecer. Ou seja, é preciso ter cuidado e adaptar sua comunicação para evitar repercussão negativa para a marca. Nesse momento, consumidores têm apresentado maior receptividade a empresas que se mostram utilitárias. 

 

  • Mantenha-se em dia com a logística e fornecedores 

As vendas online são voláteis. Se sua empresa não possui determinado produto em estoque, independentemente do motivo, o consumidor irá buscar outro que atenda essa necessidade. Portanto, é preciso sempre ter uma gama de fornecedores que possam fornecer sua matéria prima e sempre manter um estoque extra de produtos.  

 

Está preparado para investir? Então entre em contato com a Inunda Web, podemos te ajudar. 

 

inundaweb

Twitter

Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!