Coworking funciona ?

//Mercado Digital | por | 22 de junho de 2011

Coworking no Brasil

O primeiro espaço de coworking criado no país foi o The Hub São Paulo, em agosto de 2008. No mesmo ano, foi fundado o Pto de Contato e, em 2009, o Coolwork, em Belo Horizonte.
Entretanto, 2010 foi o ano que marcou a explosão do seguimento no país. Foram criados 9 novos espaços, totalizando 12 unidades em todo o Brasil, que é o país com o maior número de espaços de coworking da América Latina. Um crescimento de 400% em relação ao ano de 2009.
O movimento foi criado há 5 anos, nos EUA, por Brad Neuberg e está presente em diversos países.

Coworking vs Escritório Tradicional

O coworking proporciona muitos ganhos em relação a um escritório tradicional, mas o principal deles é o baixo custo.

Estima-se que para montar um escritório, são investidos, em média, R$ 2000,00 mensais, que incluem: aluguel, condomínio, luz, água, telefone, internet, limpeza e manutenção, sem contar o investimento inicial com mobiliário e equipamentos. Além disso, muitos locatários exigem um tempo mínimo de contrato, que costuma ser de, pelo menos, 12 meses, o que implica em risco para o empreendedor iniciante.

Num espaço de coworking, o investimento médio para uso do escritório durante um mês, em horário comercial, é de R$ 800,00 mensais, com todas os serviços e despesas consolidados. Ou seja, além de ser mais barato, o empreendedor não precisa se preocupar em cuidar de cada uma das despesas ou dos serviços, pois tudo fica por conta dos donos dos espaços.

Para os empreendedores que não precisam de escritório todos os dias ou mesmo todos os meses do ano, em função da sazonalidade do mercado em que eles atuam, o coworking oferece uma grande vantagem: a flexibilidade.

Alex Calderari

Alex Calderari

Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!