Blog Inundaweb

40% das pessoas nos EUA acessam a internet via TV

É praticamente certo que empresas mais atentas notam a mudança de comportamento que a tecnologia sutilmente oferece.

inundaweb-tv-smart-interface-navegacao-on-line-internet-mercado-digital-web

O título da notícia nos chama a atenção pela forma de evolução dos equipamentos que permitem a navegação on-line, as chamadas interfaces. Há algum tempo, o único meio de acesso à rede web eram os computadores desktop, depois vieram os notebooks, os tablets, os celurares, os Ipods, os consoles de games e, agora, os televisores, sendo que a experiência dos internautas é diferente em cada um desses equipamentos.

É praticamente certo que empresas mais atentas notam a mudança de comportamento que a tecnologia sutilmente oferece e se preparam para o futuro que, por força do presente, já está aí. Ao planejar estratégias de venda, comunicação, marketing digital ou qualquer outro tipo de coisa que vise uma maior aproximação com o cliente, não há como escapar das novidades tecnológicas. Prova disso é a pesquisa da Forrester Research revelando que 40% dos norte-americanos que possuem acesso à internet já conectaram a sua TV à rede ao menos uma vez, com uma observação para o grupo de usuários com idade entre 18 e 32 anos, no qual o índice sobe para 60%.
Mais do que isso, a Forrester revelou que o vídeo game é o equipamento mais querido para o acesso à internet. Consoles como o PlayStation 3 e o Xbox 360 são utilizados por 42% dos entrevistados para acessar a rede mundial de computadores, deixando os PCs com 27% e os aparelhos de Blu-ray com 21%.
Outras pesquisas e estudos, como os realizados pela Gartner, demonstram que as chamadas Tvs inteligentes (ou SmartTVs) devem assumir o mercado representando 85% das vendas em menos de quatro anos. Trocando em miudos, o cidadão que, hoje, chega em casa após o trabalho e liga a TV na programação fechada para relaxar e deixar o tempo passar, no futuro, vai manter a mesma rotina só que conectado aos seus sites preferidos, sejam eles redes sociais, páginas de notícias, lojas de e-commerce, fóruns de bate-papo, empresas prestadoras de serviço ou softwares de bate-papo virtual.
O que muda para as empresas
Cada nova interface vai exigir um tipo de plataforma específica, ou seja, a navegação acontecerá de formas diferentes. Nos consoles de videogame, por exemplo, os cliques ocorrem por meio do controle; nos tablets e TVs a ferramenta é o touch; nos smartphones também e assim por diante.
Normalmente, ao encomendar um site, uma página de e-commerce, blogs ou qualquer outra ferramenta, as empresas pensam apenas nas plataformas tradicionais e se esquecem da diversidade dos equipamentos, contando que a compatibilidade dará conta de tudo e imaginando que essa é a melhor forma de se fazer economia e gerar lucros. O tiro pode sair pela culatra, principalmente por que a concorrência sempre pensa em diferentes formas de levar vantagem sobre os empresários menos preparados.
A verdade é que, em tempos de alta tecnologia, as empresas não podem ficar de fora da internet e precisam aproveitar ao máximo o que este meio oferece, buscando por parceiros da área digital que não se limitem a apenas oferecer o básico. O ideal é experimentar e desenvolver antes de todo mundo o que o mercado prevê para o futuro. Pensando assim, as chances de retorno são muito maiores quando se fala de web.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Solicite um contato